Pa – Pa – Dum – – Pa – Pa Dum –

Exercício de nível básico/médio com o som “Pa”.

O som “Pa” não é tocado na Tradição portuguesa de adufe, trata-se aqui de uma adaptação de uma técnica de outros frame drums – bendir, por exemplo.

Como podem observar, a mão direita está livre. O polegar não está colocado no adufe como tradicionalmente.

O adufe está na horizontal, apoiado na palma da mão esquerda, e não com um canto para cima.

Como praticar?

1 – A “melodia rítmica” tocada pela mão direita.

2 – O mesmo padrão preenchido com ki, tocado com a mão esquerda.

O mesmo padrão mas com o som Tá: dedos e depois mão

Como praticar?

1 – “melodia” rítmica tocada com os dedos R4 (Tá) e o R3 (Dum)

2 – preenchida com ki, na mão esquerda

3 – “melodia” rítmica tocada com a mão completa

4 – preenchida com ki, na mão esquerda


Aprendi o padrão rítmico que estou a tocar com o músico argelino Salim Beltitane durante o Tamburi Mundi 2019.

Adufe: modelo Universal, 33cm X 6cm, pele de cabra pintada de azul com desenho de motivo ibérico presente no Haggadah d´Oro (Catalunha, séc, XIV). Com sistema de afinação, dois lados sonoros distintos e espessura variável.

Para comprar o adufe que estou a usar, enviar email ou whatsapp!

Workshop de adufe | Lisboa, 27 de Abril 19

Local: Academia de Música Antiga de Lisboa, Rua Abílio Lopes do Rego, nº 8

Preços:

Parte I – 14h30-18h30 – básico – 10€/pax

Parte II – 16h30-18h30 – intermédio/avançado – 10€/pax

Parte I e II – 14h30-18h30- 15€/pax

OFERTA: ofereço aos primeiros 10 inscritos a aplicação de uma alça no vosso adufe para poderem tocar como um pandero de Peñaparda.

O workshop será dividido em duas partes:

I – Para começar a tocar adufe: postura, sons e ritmos tradicionais – básico

A primeira parte do workshop (1h30), será dedicada a quem quer começar a tocar adufe. Vamos ver lentamente todos os passos para começarem a “tratar o adufe por tu”. Faremos exercícios baseados nos ritmos tradicionais para que todos os consigam compreender e tocar. Se possível, aprenderemos 2 canções: uma binária, outra ternária.

II – Cantigas de adufe, “Clapping music” para adufes e como usar o adufe como pandero de Peñaparda

Na segunda parte (1h30) vamos trabalhar novos padrões rítmicos e novas técnicas performativas para acompanhar cantigas de adufe. Faremos uma adaptação do “Clapping Music” de Steve Reich para adufes e faremos uma introdução à utilização da alça no adufe, usando-o como pandero cuadrado de Peñaparda.