Aprender a tocar a adufe?

Como qualquer outro instrumento, o adufe tem uma técnica própria. Para começar, tenham em atenção:

  • a posição do instrumento, com um canto para cima.
  • a posição do instrumento em relação ao vosso corpo
  • a posição das mãos e o papel de cada uma
  • o movimento rotativo nos golpes básicos, usando o polegar como pivot na mão direita
  • a dinâmica do instrumento ao ser percutido e a importância do equilíbrio
  • percutir no pontos certos para se obter os sons básicos (Dum, Tá e Ki) bem distintos uns dos outros e com qualidade
  • entre outros…

Material de apoio

A posição do adufe em relação ao corpo.
A posição do adufe em relação ao corpo, para os canhotos.

Sobre os ritmos tradicionais

Os ritmos tradicionais portugueses de adufe dividem-se em dois grupos Binário e Ternário, ou “de passo” e “de roda”.

Actualmente, existem apenas estes dois ritmos e com eles é possível todas as cantigas de adufe.

A execução dos ritmos varia de aldeia para aldeia e de adufeira para adufeira. Tal como em outros frame drums a mão forte conduz o ritmo e a mão fraca ornamenta.

A esta ornamentação simples as adufeiras designam de “tocar dobrado“, por oposição ao toque singelo.

Para aprender os ritmos é necessário consolidar primeiro o papel da mão forte na condução do ritmo, só depois acrescentar os ornamentos com a esquerda.

No início, é importante tocar muito bem as letras A e B com a mão forte.
Follow me