Esta formação integrada na a VI Feira da Dieta Mediterrânica, surge no âmbito do projecto “Diálogo Interculturas no Mediterrâneo Medieval” (O Corvo e a Raposa, Ensemble Med; co-financiado pela DGARTES). Será com certeza uma experiência única poder aprender a tocar adufe e visitar uma das mais singulares iconografias sobre o adufe: o Vaso de Tavira.

Inscrições abertas através do botão nesta página!

Inscrição

WORKSHOP de ADUFE: “Tratar o adufe por tu” – nível básico | duração 2h

O Adufe, instrumento tradicional de percussão, pandeiro quadrangular português, é o centro deste seminário/workshop. O ponto de partida é a Tradição Oral do toque e das cantigas de adufe da região de Idanha-a-Nova.

Esta formação tem como objectivo dar as ferramentas básicas necessárias a cada participante para poder tratar o adufe por tu, abordando os princípios básicos da sua execução, descontruindo-os em exercícios criativos, simples, progressivos e em grupo, que visam igualmente o desenvolvimento da independência e coordenação psico-motoras.

Não é necessário ter formação ou experiência musical anterior. Utilizaremos um sistema rítmico silábico para transcrever os ritmos tradicionais e realizar todos os exercícios.

Conteúdos

1. Princípios básicos:
– Como segurar o adufe (posição das mãos).
– A posição do adufe em relação ao corpo.
– O equilíbrio, movimento do instrumento e do corpo durante a execução.
– Sons básicos: Dum e Tá.
– Ritmos básicos – Binário e Ternário
– Ornamentação dos ritmos com a mão esquerda.

2. Performance:
– Recriação da dinâmica de um grupo tradicional de adufeiras.
– Principais características performativas: monodia e monorritmia.
– Memorização e reprodução de uma cantiga de adufe pelos participantes.

*Vaso de Tavira – link para saber mais