Usar o adufe num tripé?

A côr do som das peles naturais faz com que muitos percussionistas e bateristas usem o adufe apoiado num tripé, como tarola ou tom-tom. Deixo-vos aquilo que tem sido a minha experiência e os comentários que tenho recebido de alguns músicos que usam os meus adufes.

Dicas:

Sugiro que as soalhas sejam colocadas no exterior do adufe. Podem sempre sujar com o que entenderem: caricas, guisos, elásticos, conchas, etc… Se as soalhas estiverem colocadas dentro do adufe, por vezes, é complicado gerir a quantidade de vibração que se pretende, não é muito fácil. Por fora, controlam melhor.

Podem adaptar um tripé de caixa utilizando um tubo. Normalmente, os tripés de caixa de 14″ não conseguem prender o adufe.

Tocar com rods, vassouras ou baquetas com feltro. Nunca baquetas de madeira. As baquetas de madeira danificam a estrutura do adufe e a própria pele.